terça-feira, 31 de março de 2015

Realizando sonhos há 5 anos

Queridas leitoras,

Hoje o blog completa 5 anos e nesse período muita coisa aconteceu. Ele começou como "Silvia e Roberto", narrando os anseios e realizações de uma noiva com o orçamento curto; depois virou "Realizando Sonhos", o site de um projeto de cerimonialista que virou decoradora; em 2012 foi eleito pelo júri popular o terceiro melhor blog profissional de decoração da web; ano passado andou meio paradinho, em virtude de projetos pessoais que coloquei em prática, mas este ano estou cheia de planos, e o primeiro deles é um sorteio para comemorar esse quinquênio.

Vou sortear um lindo prato para bolos e doces, de porcelana, imitando renda, com 29,2cmX12,5cm.

Que tal?

Para concorrer você precisa:

1. Seguir o meu perfil no Instagram (clique aqui para acessar o meu perfil);

1. Fazer um comentário nesta postagem dizendo o seu nome de usuário do Instagram e o título do post que você mais curtiu aqui no blog nestes 5 anos;

3. Fornecer um endereço no Brasil para a entrega do prêmio (após o sorteio);

Inscrições serão aceitas até o dia 31/05/2015, às 23:59, e o resultado do sorteio será divulgado dia 01/06/2015, aqui no blog.

O sorteio será realizado pelo site random.org

A vencedora terá que entrar em contato comigo em até 72h, através do e-mail contato@silviatanes.com, e fornecer o endereço de entrega do prêmio, caso contrário, será realizado outro sorteio.

As despesas com o envio do prêmio serão pagas por mim.

Boa sorte meninas!

Beijos,

Silvia Tanes

segunda-feira, 16 de março de 2015

Lua de mel em Foz do Iguaçu. Hotel, transporte, restaurantes etc.

Ficamos hospedados no San Martin Resort & Spa, um hotel grande, com quartos confortáveis, piscinão, bar à beira da piscina, quadra de tênis, campo de futebol, academia de ginástica, restaurante, recreação para as crianças, funcionários atenciosos, spa, mas que não chega a ser um resort.

A localização é excelente: ao lado dos Parque das Aves, a 400m da Helisul (empresa que realiza vôos de helicóptero) e a 500m da entrada do lado brasileiro do Parque Nacional do Iguaçu.

Outras vantagens do hotel é que eles buscam e levam os hóspedes ao aeroporto, de graça, e possuem uma pequena agência de turismo, a Paudimar, que fica dentro do próprio estabelecimento.

São, todavia, pontos negativos do hotel:

O restaurante é fraco, a comida não é saborosa e eles não são flexíveis, pois não gostam de fazer pequenas modificações no cardápio, como por exemplo, trocar queijo amarelo por queijo minas.

O Wi-fi não funcionava no nosso quarto.

A lavanderia esqueceu de lavar uma roupa de Roberto.


Quanto ao transporte, o transfer do aeroporto para o hotel e vice-versa foi feito pela agência do hotel e foi cortesia do mesmo, mas a distância entre o aeroporto e o hotel é pequena, uns 5 minutos de carro.

Fomos para o Duty Free Shop de táxi e pagamos R$90,00* ida e volta, mas não vale a pena ir ao Duty Free se o dólar estiver alto.

Fomos para o lado argentino do parque de ônibus, com a Loumar Turismo, e pagamos R$89,00* cada.

Fomos de táxi para um shopping no centro de Foz e pagamos R$100,00* ida e volta.

O táxi para Ciudad del Este, no Paraguai, sai a R$140,00* ida e volta. Nós não fomos ao Paraguai, mas saibam que as lojas de lá não abrem aos domingos.

Em Foz há um museu de cera que abre todos os dias, de 8 às 19h. O ingresso custa R$40,00*, mas pode-se visitar o museu de cera e mais duas atrações (o Vale dos Dinossauros e as Maravilhas do Mundo) por R$90,00*. Nós fomos apenas ao museu e acho que só vale a pena visitá-lo se você estiver com crianças ou nunca tiver ido a um museu de cera, que era o caso de Roberto.


Não jantamos em nenhum restaurante fora do hotel, pois eu havia feito uma cirurgia há pouco mais de 1 mês e estava cheia de limitações alimentares, mas pesquisando em outros blogs, listei alguns restaurantes que gostaria de conhecer:

El Quincho del Tío Querido e La Rueda - são as churrascarias mais famosas de Puerto Iguazú, na Argentina.

AQVA - é o restaurante mais sofisticado de Puerto Iguazú.

Armazém Restaurante - fica no Centro de Foz, possui rodízio de bacalhau às quintas-feiras e translado gratuito entre o hotel e o restaurante.

Outros passeios que se costuma fazer em Foz do Iguaçu:
Visitar o Parque das Aves;
Sobrevoar as cataratas de helicóptero;
Visitar a Usina Hidrelétrica de Itaipu;
Fazer compras em Ciudad del Este;
Visitar o bar de gelo, em Puerto Iguazú;
Jantar em Puerto Iguazú;

Créditos: cataratasdoiguacu.com.br

Blogs que foram úteis:
Viaje na Viagem;
My Destination Anywhere;
Guia 4 Rodas;

Eu adorei a viajem, pois as cataratas são encantadoras, mas não voltaria a Foz do Iguaçu no Carnaval ou em outro feriado prolongado, pois nessas datas o parque nacional fica muito cheio e o passeio pode se tornar estressante, principalmente do lado argentino, que não tem infra estrutura para receber muitas pessoas.

Beijos e uma ótima semana,

Silvia Tanes :)

*Preços de fevereiro/2015

segunda-feira, 9 de março de 2015

Lua de mel em Foz do Iguaçu. Lado argentino do parque

Em nosso terceiro dia em Foz, fomos conhecer o lado argentino do Parque Nacional do Iguaçu.

Acho que a melhor opção para chegar ao parque é alugar um automóvel, mas como eu e marido não gostamos de dirigir, optamos por contratar os serviços da agência Loumar Turismo, que levou a gente e outras pessoas de ônibus. Para acessar o site da agência, clique aqui


O parque abre diariamente, de 8h as 18h (mas a entrada é até as 16:30). O ingresso para brasileiros custa 200 pesos argentinos* e deve ser pago nesta moeda e em espécie. Cartões de débito e crédito são aceitos no interior do parque, mas não servem para pagamento do ticket de acesso e do estacionamento.   

Da entrada do parque, andamos aproximadamente 700m até a Estação Central, onde podemos pegar o Trem da Selva, que leva à Estação Cataratas; fazer o Sendero Verde, um caminho de 600m que também leva à Estação Cataratas; ou fazer o Sendero Macuco, uma trilha de 3km, auto-guiada, ideal para conhecer a selva, observar as aves e fazer trecking.

Na Estação Cataratas, temos acesso ao circuito superior, ao circuito inferior, ao passeio à Ilha San Martin e à Grande Aventura.

O circuito superior tem 650m, não possui escadas, e permite que se veja as quedas de cima.

Circuito Superior. Créditos: Iguazú Argentina

O circuito inferior tem 1,7km, possui escadas, e possibilita que se veja as quedas de perto.

Circuito Inferior
A ida à Ilha San Martin é feita através de lanchas, dura umas duas horas e fica condicionada à altura do rio.

Ilha San Martin. Créditos: Panoramio

A Grande Aventura é o Macuco Safari argentino, um passeio de barco que vai até as cataratas e passa por baixo de duas quedas. O passeio é muito bom! Permite tirar fotos lindas e tomar um banho delicioso. O nosso barco passou duas vezes embaixo da primeira queda, sob a qual não conseguimos enxergar nada, e depois parou embaixo da segunda queda, possibilitando que sentíssemos a água caindo sobre nós e ao mesmo tempo víssemos o salto que estava nos banhando. Foi uma experiência maravilhosa!

O macuco argentino é melhor que o brasileiro, pois o primeiro custa R$151,00 e passa por duas quedas, já o segundo custa R$177,00 e passa por uma única queda.

Não perca seu tempo colocando capa de chuva, pois será inútil! E se estiver de tênis, tire ou leve um chinelo para usar depois, pois a molhadeira é geral.

Navegando no rio

Chegando às quedas




Minutos antes do banho

Outra atração do parque é a Garganta do Diabo, que é muito mais bonita que a queda do lado brasileiro que leva o mesmo nome. Para chegar até lá, é necessário pegar o Trem da Selva que vai da Estação Cataratas até a Estação Garganta do Diabo e caminhar sobre uma passarela de aproximadamente 2km. O percurso é cansativo, mas vale à pena. A força das quedas e o barulho das águas é hipnotizante. Dá vontade de passar o dia inteiro ali olhando aquela beleza.




O parque possui outros passeios, como o Safari na Selva (passeio pela selva em veículos 4x4), o Safari na Cascata (passeio pela selva com visita ao salto Arrechea), o Passeio Ecológico (passeio em botes a remo) e o Passeio da Lua Cheia (passeio até a Garganta do Diabo em dias de lua cheia). Há também restaurantes e um Hotel Sheraton. 

O lado argentino é lindo, mas infelizmente, não tem infraestrutura e é desorganizado, o Trem da Selva é lento e demora para chegar às estações, estas por sua vez tem poucos bancos e não são ventiladas. Como o parque estava cheio, enfrentamos filas intermináveis que tornaram o passeio extremamente cansativo. Não fosse isso, teríamos voltado no dia seguinte para fazer outros passeios.

Semana que vem vou falar sobre o hotel, restaurantes, transporte etc.

Beijos e uma ótima semana,

Silvia Tanes

*Valor cobrado em fevereiro/2015

segunda-feira, 2 de março de 2015

Lua de mel em Foz do Iguaçu. Lado brasileiro do Parque Nacional do Iguaçu

Este ano, para fugir do Carnaval, eu e marido viajamos para Foz do Iguaçu, no Paraná, a fim de conhecer suas cataratas, uma das 7 maravilhas naturais do mundo.

Passamos 5 dias e 4 noites na cidade. Chegamos dia 14/02, sábado, e voltamos dia 18/02, quarta-feira de cinzas.

No primeiro dia, ficamos descansando no hotel. No dia seguinte, fomos conhecer o lado brasileiro do Parque Nacional do Iguaçu. Como nosso hotel ficava a aproximadamente 500m do parque, fomos andando até lá.


O parque abre diariamente, de 9h às 17h. Se você visitar as cataratas no carnaval ou em outro feriado prolongado, sugiro que compre seu ingresso pela internet para não pegar a fila enorme que pegamos. Para comprar seu ingresso online, clique aqui

Depois de enfrentarmos uma fila para comprar os ingressos, enfrentamos outra fila para pegar o ônibus de 2 andares que nos leva às atrações do parque. 

A primeira parada é a Trilha do Poço Preto, uma trilha de 9km que pode ser feita a pé ou de bicicleta, na companhia de guias. Durante o passeio é possível visitar a Lagoa do Poço Preto e o obsevatório de fauna, e ao término da trilha, há um passeio de de barco até a Ilha da Taquara e passeios de caiaque. Não fizemos esta trilha.

Trilha do Poço Preto. Créditos: Ambiental Iguassu Travel

A segunda parada é o Macuco Safari, uma trilha percorrida em carreta puxada por carro elétrico, seguida de caminhada e passeio de barco até as cataratas, passando por baixo de uma das quedas. Não fizemos este passeio, pois optamos por fazê-lo no lado argentino do parque.

Estação do Macuco Safari vista da Trilha das Cataratas

Nesta parada também fica a Trilha das Bananeiras, uma caminhada de 1,6km seguida de passeio de barco a motor ou bote a remo na parte alta do rio Iguaçu. Também não fizemos este passeio.

A terceira parada é a Trilha das Cataratas, onde se encontra a trilha das cataratas propriamente dita, o Hotel das Cataratas e o Cânion Iguaçu, no qual se pode praticar arvorismo, rapel, rafting e escalada (inclusive para iniciantes).

A Trilha das Cataratas tem 1,2km e oferece uma visão panorâmica das Cataratas do Iguaçu. No percurso há mirantes que permitem uma visão mais próxima de algumas quedas e ao final da trilha há uma ponte que leva à Garganta do Diabo, um salto de aproximadamente 90m. Este passeio nós fizemos.





No final da Trilha das Cataratas há um elevador panorâmico que leva a um mirante. Eu queria muito ter subido, mas a fila de acesso estava enorme, então não fomos.

Do final da trilha é possível ir andando até o Espaço Porto Canoas, última parada do ônibus do parque, onde há uma praça de alimentação, banheiros, lojas e um ambulatório.

Nosso plano inicial era almoçar neste espaço e depois pegar o ônibus até o Macuco Safari para fazer o passeio de barco, mas como eu estava muito cansada, optamos por fazer o passeio de barco no dia seguinte, no lado argentino, e fomos embora.

À tarde, pegamos um táxi e fomos ao Duty Free Shop, na Argentina. Que decepção! Como os preços são em dólar, quando multiplicávamos os valores por 3, tudo ficava caríssimo :(

O mesmo taxista que nos levou foi nos buscar e cobrou R$90,00 ida e volta.

Semana que vem contarei nosso passeio pelo lado argentino.

Beijos e uma ótima semana, 

Silvia Tanes

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Red Carpet Oscar 2015


























































Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...